Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal (NSCCP) - página oficial

10.10.2018 | Projecto NSCCP participa no Dia Mundial da Saúde Mental em Oliveira do Hospital

10-10-2018-projecto-nsccp-participa-no-dia-mundial-da-saude-mental-em-oliveira-do-hospital

Oliveira do Hospital acolhe iniciativa da ARS do Centro

«Os jovens e a saúde mental num mundo em mudança» foi o tema escolhido, neste ano, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), para comemorar o Dia da Saúde Mental, a que o projecto «Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal» (NSCCP) se associou, participando numa iniciativa organizada em Oliveira do Hospital.

O programa comemorativo nacional do Dia Mundial da Saúde Mental foi concretizado, a 10 de Outubro de 2018, no município de Oliveira do Hospital (distrito de Coimbra), sob a responsabilidade da Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro, através do Conselho Regional de Saúde Mental do Centro (CRSMC), em colaboração com a edilidade oliveirense.

O encontro subordinado à temática «Young People and Mental Health in a Changing World» – realizado entre as 9h00 e as 17h00 de quarta-feira, no auditório da Caixa de Crédito Agrícola, nesta cidade da sub-região do Pinhal Interior Norte – pretendeu abranger vários projectos e áreas de intervenção ligadas à saúde mental dos jovens, a exemplo de «Noites Saudáveis das Cidades do Centro de Portugal», de «Jovens e Saúde Mental: necessidades e respostas» e dos cuidados continuados integrados.

O primeiro painel, que incidiu no tema proposto pela OMS, foi coordenado pelo médico Lúcio Meneses de Almeida (assessor do Conselho Directivo da ARS do Centro) e contou com as participações do psiquiatra António Reis Marques, do juiz desembargador Paulo Guerra e do director do Serviço de Pedopsiquiatria do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) José Alberto Garrido.

Além do vasto conjunto de especialistas convidados, a sessão de abertura desta iniciativa contou com as presenças do presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (José Carlos Alexandrino), do secretário de Estado adjunto e da Saúde (Fernando Araújo), do presidente do Conselho Nacional de Saúde Mental (António Leuschner) e do coordenador da Reforma do Serviço Nacional de Saúde (SNS) para a área dos Cuidados Continuados Integrados (Manuel Lopes), bem como da presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Protecção de Crianças e Jovens – CNPCJ (Rosário Farmhouse), de Sofia Borges Pereira (interveniente no domínio da Segurança Social), da presidente do Conselho Directivo da ARS do Centro (Rosa Reis Marques) e de António Pires Preto, na qualidade de presidente do CRSMC.

 

Temática das «Noites Saudáveis das Cidades»

O painel em torno da sugestiva temática das «Noites Saudáveis das Cidades do Centro de Portugal» foi moderado pelo director do Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental (DPSM) do Centro Hospitalar Tondela–Viseu (Jorge Humberto Silva) e incluiu as comunicações de dois dos coordenadores da equipa científica do projecto NSCCP (o psiquiatra João Redondo e a administradora hospitalar do CHUC Diana Breda), assim como do académico António Figueiredo (director da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra) e do professor e músico Luís Pedro Madeira.

Nesta sessão, falou-se da importância de um projeto orientado para as comunidades e que conta com a participação das escolas, dos hospitais e unidades de saúde, além das associações de estudantes e outras organizações locais e regionais, a par das famílias e dos jovens que querem fazer valer hábitos saudáveis nos contextos recreativos da noite das cidades e vilas da região Centro, como é o caso do NSCCP.

Entre os trabalhos programados para a tarde, no âmbito desta iniciativa na cidade de Oliveira do Hospital, decorreu a conferência «A Saúde Mental num Mundo em Mudança», por Rosário Farmhouse (presidente da CNPCJ), antecipando a mesa-redonda «Jovens e Saúde Mental: Necessidades e Respostas», moderada por José Manuel Maria (director da Unidade Desenvolvimento Social do ISS – Instituto da Segurança Social – do CD Coimbra). Esta sessão foi participada por Ana Maria Carvalho (directora do Núcleo Intervenção Social do ISS, IP do CD Coimbra) e por Rosário Ataíde (directora do Núcleo Infância e Juventude do ISS, IP do CD Coimbra – Casa Misericórdia de Galizes).

Após a apresentação das conclusões do aludido encontro, pela assistente social Maria Emília Santos (presidente da Delegação Regional do Centro da Associação de Profissionais de Serviço Social – APSS), a sessão de encerramento foi da responsabilidade de António Pires Preto (presidente do CRSMC) e de José Carlos Alexandrino (presidente do executivo camarário local), que diligenciou um importante conjunto de acções de apoio às vítimas dos incêndios de 15 de Outubro de 2017, estando até agora referenciados 380 utentes no município de Oliveira do Hospital, os quais serão monitorizados pela Equipa de Saúde Mental Comunitária Pinhal Interior Norte.

Conforme declarava o vice-presidente da CM (José Francisco Rolo), que tem a seu cargo o pelouro da Saúde, «realizar um fórum nacional com este grau de especialização no Interior do país, é um sinal muito importante que implica redobrar esforços no acompanhamento às vítimas dos incêndios».

Adicionar comentário